Enem, facilidade que se traduz em maior número de inscritos?

O Enem é uma prova que avalia o desempenho de estudantes desde 1998. Ao longo desse período, o Enem mudou bastante, passando de mudanças no formato do conteúdo exigido até a uma adesão crescente de instituições de ensino superior que passaram a adotar a nota do exame como critério de seleção.

A formatação do Enem, bem conhecida nos dias atuais, que consiste em um total de 180 questões de múltipla escolha mais a redação, aplicada em 2 (dois) dias, começou em 2009. Quanto ao número de instituições que utilizam a nota do Enem como critério de seleção, seja de maneira complementar ou para substituir o vestibular, atualmente são cerca de 500 universidades.

Esse conjunto de características, um formato de prova que tem se tornado padrão em conjunto com uma grande adesão ao exame, fez com que o Enem tenha, se não democratizado, ao menos facilitado (bastante) o ingresso dos alunos ao ensino superior, especialmente os alunos de cidades que não possuem grandes universidades. 

Até pouco tempo atrás, um aluno de Ponte Nova que quisesse ingressar em uma universidade teria que prestar vestibular em outras cidades. Nos últimos anos, isso passou a não ser mais necessário, vários alunos passaram a não precisar mais sair de Ponte Nova para disputar vagas em várias universidades em todo o Brasil, algo que é devido ao Enem.

Mas, apesar dessa maior facilidade, será que isso se traduziu em um maior número de inscritos no Enem em Ponte Nova? Vamos observar isso no gráfico abaixo:

Fonte
Fonte: Microdados do Enem (Inep).

Pelo gráfico, que contempla o número de inscrições no Enem em Ponte Nova de 2013 a 2019, é possível observar que desde 2016 (com 2972 ​​candidatos inscritos) se contabiliza uma queda no número de inscrições. Essa queda, forte a partir de 2016, parece ter estabilizado em 2019 (com 1578 candidatos inscritos). 

Então, aparentemente, essa maior facilidade parece não estar tendo efeito – elevar o número de inscritos – nos últimos anos.

Mas, e a nível nacional?

Pelo gráfico abaixo, pode-se observar o número de inscrições no Enem para o Brasil, também de 2013 a 2019. 

Fonte: Microdados do Enem (Inep).

Guardadas as devidas proporções, é possível observar que, em âmbito nacional, há uma queda no número de inscritos também a partir de 2016 (com 9,2 milhões de inscritos). 

Uma possível razão que pode explicar essa queda, tanto para o caso específico de Ponte Nova quanto a nível nacional, pode estar em mudanças próprias no Enem, mas especificamente nos últimos anos. Entre essas mudanças, podemos citar o término da certificação do ensino médio a partir do Enem, ocorrido em 2017, além da maior rigidez quanto à concessão de gratuidade para realizar a prova.

* Nota

A imagem em destaque é proveniente do Pixabay.

Agradecimentos a Wokandapix.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.