[Editorial FPN] Urgências da Saúde

Ponte Nova chegou ao dia 29/6 com 358 casos de Covid-19 no mês (12,3 casos positivos por dia). Não houve óbitos nem muitas internações hospitalares, devido ao avanço da vacinação e da retomada do uso de máscaras.

Em 29 dias, no comparativo dos boletins da Secretaria Municipal de Saúde/Semsa, apuramos 726 casos (25/dia) de pacientes “negativados” após o registro de suspeitas da doença. Por outro lado, o total de curados chegou a 264 (9,1/dia), estando 159 cidadãos em observação.

Vale registrar que os sintomas “amenos” da doença não inibem a superlotação hospitalar também por conta das chamadas “doenças de inverno”, num cenário que preocupa as autoridades da Semsa, como já divulgamos em nossa edição passada.

Em 27/6, na Câmara Municipal, foi a vez de Wagner Gomides/PV entrar no debate. “Já estamos atrasados para tomar medidas que garantam o atendimento da população local e regional”, opinou ele temendo “caos extremo”.

Gomides sugeriu a reabertura do “hospital de campanha” [o Centro Covid HAG/Cisamapi]. Ele concorda com a necessidade de ampliação do Sammdu (leia nesta página). “Corremos o risco de perder vidas”, assinala o vereador ao cobrar o protagonismo do prefeito Wagner Mol/PSB, o qual preside o Consórcio Intermunicipal de Saúde.

Uma fonte municipal relatou para esta FOLHA a retomada da rotina do Comitê de Crise e Combate ao Coronavírus, a reformulação do Conselho de Saúde e o diálogo permanente com dirigentes hospitalares, enquanto se equacionam a demanda e a capacidade de atendimento.

Salientam-se ainda o monitoramento das estatísticas e o apelo à imunização contra a gripe influenza e a Covid. Para pessoas acima de 50 anos, a 4a dose de imunizante anticovid está disponível desde 28/6, das 7h30 às 16h, na Sala de Vacina/anexa ao PSF do bairro Triângulo.

Por outro lado, há convite – desde ontem, quinta-feira (30/6) – para pessoas acima de 12 anos que tomaram as duas primeiras doses e completaram o tempo de espera entre uma dose e outra. Elas podem tomar a 3a – e se for o caso a 4a dose – na Policlínica Municipal/bairro Guarapiranga e no PSF/Triângulo, das 17h às 20h.

Diante do tenso cenário, esta FOLHA une-se a todos os que se empenham na defesa da vida, longe de “política ou politicagem”, como frisou o vereador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.